A Máquina do Tempo do Temer

Através de investimentos do recém criado Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, cientistas neoliberais brasileiros divulgaram sua mais nova criação. Se trata de uma eficiente e inovadora máquina de desvio temporal que desmaterializa a realidade das pessoas e encaminha seus diversos fragmentos para diferentes períodos da nossa história. Enquanto as condições da educação retornam para…

Há desenvolvimento tecnológico sem mercado?

  O conhecimento popular diz que o contínuo desenvolvimento de novas tecnologias provém da lógica de mercado, principalmente em decorrência da competição, do investimento e das pesquisas empresariais e governamentais para a produção de novos equipamentos e utensílios. De fato, houve um ‘boom’ tecnológico a partir da revolução industrial, ciclo que permanece até os dias…

Eles conseguiram. E agora?

A PEC 241 foi aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados. É fundamental que consigamos reestabelecer os diálogos com os mais pobres, as periferias, a classe trabalhadora. O diálogo horizontalizado é essencial para a qualidade da interpretação de conjuntura e para uma construção coletiva.

Baixadacentrismo – A Baixada sob o olhar decolonial de Walter Mignolo e Zé Cláudio Souza Alves

O objetivo deste trabalho é desenvolver uma leitura do processo estrutural de abandono, exclusão, invisibilização e cerceamento das populações periféricas do Rio de Janeiro tomando como base a realidade da Baixada Fluminense sob a perspectiva decolonial defendida pelo semiótico argentino Walter Mignolo e pelo acúmulo teórico do sociólogo baixadense José Cláudio Souza Alves. Walter Mignolo…

Contra o golpe, por um Brasil de Paulo Freire e Darcy Ribeiro

Muito distante de termos um ensino público, gratuito, universal e de qualidade, diante de um abismo enorme entre a formação de cidadania e a de mão de obra, entre a parca autonomia do indivíduo e a reprodução contínua do senso comum, a simples possibilidade de geração do pensamento crítico coloca medo em quem detém e anseia conservar o poder. O golpe, afinal, permanece em operação. Temer jamais! Façamos deste ataque que inviabiliza uma educação humanizada e cidadã a oportunidade de mudarmos a realidade.

Gente que quer o fim da cidade dormitório

Nosso município, assim como os demais da Baixada, não oferece emprego, educação e saúde de qualidade, tampouco cultura e lazer. Estar tão perto do Rio nos leva a adotar uma lógica pendular, de ir e voltar todos os dias, fazendo com que reclamemos apenas do transporte público e da mobilidade urbana. Assim, naturalizamos esta dependência…